Saltar para o conteúdo
tecnologias_digitais_educacao

Tecnologias digitais na educação: como usá-las a seu favor?

Todo professor sabe o quão difícil tem sido conseguir captar e manter a atenção dos alunos por intermédio dos métodos tradicionais de ensino. Sabemos que, de maneira natural, a sociedade avança e incorpora as mudanças sociais e culturais que vão acontecendo e, consequentemente, as gerações vão acompanhando e vivenciando essas transformações.

Nessa lógica de ideias, as crianças e os adolescentes de hoje são criados em ambientes tecnológicos, bem como possuem mais dificuldades de manter foco e atenção. E é neste exato ponto que surge a importância de abarcar as tecnologias digitais no processo de ensino-aprendizagem.

A fim de te ajudar a utilizar os recursos digitais na educação e explicar como o ensino bilíngue tem papel crucial nesse processo, nós compilamos valiosas dicas para serem adotadas dentro das práticas pedagógicas. Para conferir, basta prosseguir com a leitura!

Como usar as tecnologias digitais na educação?

No mundo todo, docentes têm se esforçado para tornar as aulas mais atrativas, interativas, fluídas e profícuas. Para tanto, recorrer à utilização de livros virtuais, smartphones, tablets, computadores e programas digitais se tornou uma alternativa muito comum e eficaz.

A grande questão é: será possível falarmos em benefícios quando consideramos o uso de recursos digitais na educação? Bem, não apenas é possível, como você também pode conferir os principais deles na sequência.

+ Como usar a tecnologia educacional para mensurar o aprendizado?

1. Auxilia na captação de atenção e na geração de interesse

Quando estamos falando de educação, é imprescindível sermos sinceros. Nesse sentido, convém destacar que, embora as aulas expositivas sejam eficientes, utilizá-las unicamente não é suficiente para prender o foco dos alunos. É necessário experimentar novos formatos e incluir novas ferramentas a fim de atrair o interesse dos discentes.

Digamos que a tecnologia fala a mesma linguagem da atual geração. Logo, englobá-la é engajar os alunos, fasciná-los com o novo, aguçar a curiosidade e, sobretudo, conseguir manter a atenção deles por mais tempo. Daí o valor de harmonizar os dispositivos tradicionais com a tecnologia, seja na exposição do conteúdo, na disposição da sala de aula ou nas avaliações.

2. Gera aproximação entre professor e aluno

A depender do tipo de metodologia adotado pelo docente, os estudantes podem se encontrar diante de um grande desafio e sofrerem com certos impasses na assimilação de conteúdo, retenção de informações e desempenho escolar.

Sem dúvidas, ao passo que o professor utiliza um artifício com o qual os seus alunos já possuem conexão, cria-se uma aula muito mais propícia para que eles absorvam os ensinamentos e depois os repliquem. Desse modo, os próprios indivíduos presentes nesse relacionamento podem se aproximar e tornar a rotina escolar mais agradável e produtiva.

3. Amplia a qualidade do processo de ensino e aprendizagem

Seja para os docentes ou para os alunos, a tecnologia vem para facilitar a experiência pedagógica, uma vez que os procedimentos internos se tornam mais eficientes e, conforme são aperfeiçoados, se tornam cada vez melhores. Por meio da tecnologia digital é possível, por exemplo:

  • Preparar e organizar aulas criativas e interativas por meio de slides, QR Code, vídeos, imagens e outros;
  • Acessar e pesquisar conteúdos extras e complementares em plataformas virtuais por meio de aparelhos tecnológicos;
  • Produzir esquemas para a conservação de aprendizado a partir de programas digitais;
  • Criar rotinas de estudos por meio de aplicativos;
  • Facilitar a inclusão e o acesso de informações em plataformas, entre outros.

Assim, fica mais fácil personalizar a trajetória escolar de cada aluno conforme as suas necessidades pessoais. De encontro a isso, os docentes também podem oferecer acompanhamento específico e acompanhar os seus rendimentos.

4. Fortalece o senso de responsabilidade quanto ao uso da internet

Outro ponto importante é o fomento da consciência acerca da utilização saudável dos recursos tecnológicos, tanto para os afazeres educativos quanto para o entretenimento pessoal.

Nota-se que é de extrema pertinência que crianças e adolescentes saibam como empregar os aparelhos eletrônicos e, também, como conduzir a sua atuação em redes virtuais, considerando que trata-se de um grupo de pessoas que já nasceu introduzido na era tecnológica.

Assim, com a inserção da tecnologia já na escola, os estudantes encontram respaldo suficiente para encarar esse universo com mais seriedade e discernimento.

Conheça também: Inteligência digital: o que é a codeBuddy Schools?

5. Democratiza o acesso à educação e ao ensino

No Brasil, a educação consta no rol de Direitos Sociais, no artigo 6º, da Constituição Federal. Assim, o seu acesso é um direito de todos e deve ser devidamente respeitado, bem como oferecido. E quando pensamos em alunos com deficiência, limitações, transtornos ou déficit de aprendizagem, nos deparamos com a necessidade de promover processos educativos inclusivos!

Com a aplicação da tecnologia na educação, esses indivíduos também podem ser incluídos e assistidos, de modo que é possível adotar recursos distintos conforme a demanda de cada aluno.

Como o Edify pode ajudar a sua escola na adoção de tecnologias digitais no ensino?

No que diz respeito a utilização dos métodos tecnológicos na educação, não apenas os alunos e professores podem ser beneficiados, como também a própria instituição.

Por meio da tecnologia, é possível automatizar burocracias, elaborar planejamentos mais ágeis e assertivos, colher, organizar e analisar dados sobre o colégio, fornecer mais agilidade para o funcionamento de diversos setores, entre outras tantas vantagens.

Mas, certamente, um dos principais fatores de contribuição é o diferencial competitivo que a aplicação da tecnologia oferece quando a escola é comparada com as suas concorrentes.

O Edify conta com soluções que unem a utilização da tecnologia na educação com o bilinguismo, ou seja, oferece programas que possibilitam ainda mais destaque. Além da parceria com a codeBuddy Schools, temos também o programa To Hack, uma solução por meio da qual o aluno consegue adquirir a base linguística em inglês e, simultaneamente, utilizar mecanismos tecnológicos, como a programação e o letramento digital, para dominar o idioma estrangeiro.

Em outros termos, por meio dessas soluções, gestores, professores e discentes conseguem utilizar as tecnologias digitais na educação e trabalhar o bilinguismo. Excelente, não é mesmo!?

A partir das explicações, você pôde compreender a importância da aplicação da tecnologia no processo pedagógico a fim de oportunizar o engajamento dos alunos, captar a atenção, aproximar docentes e discentes, acrescentar no aspecto qualitativo do ensino, avigorar o senso de discernimento quanto ao uso da tecnologia e promover a inclusão de alunos que possuem contextos diferentes.

Continue acompanhando nosso blog e aproveite para inscrever-se em nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos que podem agregar para o dia a dia da sua escola!

Diferencie a sua escola!
Compartilhe esse texto!

Veja textos relacionados:

dia do folclore

Dia do Folclore: Como Comemorar na Escola

O Dia do Folclore, celebrado em 22 de agosto, é uma data que nos convida a mergulhar nas tradições, lendas, mitos e costumes que fazem parte da identidade cultural de um povo. No Brasil, o…

educacao_bilingue_aulas_ingles

Carga horária: entenda por que educação bilíngue não é só aumentar as aulas de inglês

Muitas vezes, quando pensamos em educação bilíngue, a primeira imagem que nos vem à mente é a de crianças frequentando aulas de inglês por mais tempo do que o comum. No entanto, é fundamental entender…