Saltar para o conteúdo
sxsw_2023

SXSW 2023: um mito, um copiloto e 4 experiências

Ana Antonio, head de mercado do Edify, teve a oportunidade de participar do South by Southwest 2023. O evento, também conhecido como SXSW, é um conjunto de festivais de cinema, música e tecnologia realizados anualmente nos Estados Unidos.

Com o propósito de ajudar pessoas criativas a compartilhar suas ideias e alcançar os seus objetivos, o SXSW cresce a cada ano e inspira milhares de pessoas.

Leia, agora, um texto escrito pela Ana Antonio, em que ela descreve as suas experiências e traz os principais insights do SXSW 2023. Boa leitura!

O mito da bola de cristal

Este ano, eu tive a oportunidade de participar do maior evento de inovação e criatividade do mundo, o South by Southwest. O evento acontece desde 1987 em Austin, no Texas, e é sempre repleto de palestras, exposições, shows e ativações de marca.

Aterrissei em Austin procurando respostas e, depois de 10 dias de evento, voltei para o Brasil com a mala cheia de perguntas, mas, certamente, voltei com melhores questionamentos e cheia de referências também.

Como de costume, o festival apontou diversas tendências e provocou muitas reflexões em quem esteve por lá. Nos dois principais painéis a que assisti sobre tendências e futuro, ficou claro que não existe bola de cristal.

Amy Webb e Rohit Bhargava falaram sobre a importância de analisar os dados, conectar os pontos e focar as convergências. O Rohit, por exemplo, falou sobre como as tendências surgem ao se analisar dados de comportamentos de pequenos nichos, e o desafio é desdobrar isso para a grande massa.

Em resumo, um dos meus principais aprendizados foi: não há bola de cristal, é sobre analisar os dados, conectar os pontos e focar as convergências.

Por falar em dados, Amy reforçou que tudo está começando a ser visto como informação legível. Tudo mesmo. Já imaginou seu cheiro pessoal virar um dado? O Google lançou o “Principal Odor Map” (POM), que usa mapas moleculares para identificar odor.

Não pensamos mais sozinhos

Um assunto que também não ficou de fora do SXSW foi a inteligência artificial, e Amy destacou que estamos entrando na era da computação assistida; a partir de agora, não pensamos mais sozinhos. É como se tivéssemos sempre a ajuda de um copiloto.

Amy ainda destacou que saber usar esse tipo de tecnologia será como nascer rico no futuro. A inteligência artificial será uma ferramenta como a calculadora — você já imaginou sua vida sem ela? Por isso, é necessário democratizar o uso do ChatGPT por meio da educação, para evitar um abismo no futuro.

E você? Já começou a testar a ferramenta?

Se sim, já imaginou uma campanha publicitária usando Midjorney? É isso que muitas marcas já estão testando, como Warren, Martini e Coca-cola.

E não foi só para o mundo da publicidade que a IA contribuiu nos últimos meses, agora, você pode gerar insights no excel por meio do ChatGPT.

As 4 melhores experiências no SXSW 2023

Eu tive vivências incríveis no SXSW, por isso, separei as 4 melhores experiências que vivi por lá:

1. Criei meu próprio holograma

A Hypervsn é uma empresa que cria hologramas 3D e que me proporcionou a experiência de criar, ao vivo, o meu próprio holograma.

2. Descobri experiências de VR incríveis

Uma experiência simbiótica em que pude ver, ouvir, sentir, cheirar e até provar novos mundos fantásticos. O sapo foi apenas um dos vários personagens que pude me tornar dentro da história. Alguns personagens conseguiam nadar, enquanto outros voavam ou deslizavam.

Outra experiência incrível foi a de me colocar no lugar de uma pessoa autista, enfrentando luzes fortes, que incomodavam, e barulhos com intensidades variadas. Já imaginou trazer essa inovação para uma solução de acessibilidade?

O guia de bolso da educação inclusiva

3. Fui protagonista num clipe de música pela Splash

Eu fiquei impressionada com o modo como a marca se apropriou dos territórios de música e arte, criando uma experiência memorável para os participantes do evento.

4. Gravei meu primeiro disco pela Audible

Na ocasião, eu cantei uma música da Pitty. Qual música você cantaria se pudesse gravar um disco?

Todas essas experiências que vivi no SXSW 2023 agora cumprem com o objetivo de contribuir para o propósito do Edify, que é construir novas formas de aprender e ensinar.

Com toda essa bagagem, voltei para o Brasil disposta a continuar um trabalho inovador com ferramentas tecnológicas que fortaleçam o aprendizado e facilitem o trabalho dos professores e gestores escolares.

Por fim, agora que compartilhei as minhas experiências e aprendizados com você, sugiro que faça uma reflexão: como essas referências podem ajudar no seu dia a dia? Quais são as suas ideias para inovar na sala de aula?

Vamos juntos criar uma educação bilíngue inovadora!

Diferencie a sua escola!
Compartilhe esse texto!

Veja textos relacionados:

captacao_de_alunos

Captação de alunos: ferramentas de marketing para escolas

O cenário da educação vem enfrentando diversas mudanças, assim como outros segmentos do mercado (não precisamos repetir aquela história batida da maior empresa de transporte de passageiros do mundo não possuir veículos em sua frota,…

parceria_de_negocios

Parceria de Negócios: Qual a Opinião dos Parceiros do Edify

No mundo empresarial, uma parceria de negócios bem-sucedida vai muito além de uma simples transação comercial; envolve confiança mútua, comprometimento e uma visão compartilhada de sucesso. No caso do Edify, uma empresa focada em soluções…