Saltar para o conteúdo
Planejamento escolar

Qual a importância do planejamento escolar e por que fazê-lo?

O planejamento escolar é um instrumento essencial para o bom andamento do ano letivo. Isso porque é a partir desse plano que será possível parametrizar as atividades da escola a longo prazo, articulando coordenação, funcionários, professores e alunos.

Unindo o time pedagógico e os gestores, traçar os próximos passos do colégio será um elemento que influenciará diretamente no processo de ensino-aprendizagem de estudantes e docentes, bem como no alcance do êxito da escola. Hoje, o Edify se dedicou a abordar o tema a partir de sua relevância e do porquê ele ser tão necessário! Para compreender, basta prosseguir com a leitura!

Você também vai gostar: Entenda como elaborar o planejamento escolar da sua instituição, acessando o nosso conteúdo sobre o que é planejamento escolar e para que serve?

Saiba mais sobre os programas Edify!

Afinal, por que o planejamento escolar é tão importante?

Já ouviu dizer que “planejamentos são feitos a lápis”? Pois bem, o plano de ação escolar não é um engessamento do que será feito durante o ano letivo. Como aquilo que escrevemos a lápis, podemos reformular.

Na verdade, planejar é ter orientação para que a equipe toda esteja integrada e com o mesmo “norte”, principalmente para que mudanças e imprevistos possam ocorrer no percurso sem grandes prejuízos para a organização de todos os envolvidos! Tudo isso por si só já é bem importante, concorda? Mas existem mais vantagens para lhe apresentar a respeito deste plano!

Abaixo, você pode conferir as principais delas, veja:

1. Maior clareza de metas e objetivos a serem alcançados

Existe um procedimento tradicional no início do ano, no qual o gestor escolar organiza um calendário com os dias letivos, incluindo sábados, dias de feriado e recesso, além dos períodos de férias e das datas comemorativas.

A partir disso, o plano pedagógico pode ser realizado, considerando a carga horária para cada categoria de curso que a instituição possui, a partir das seguintes perguntas: O que deve ser feito este ano? Como fazer? O que precisamos mobilizar? Que postura vamos assumir?

É importante que o gestor compartilhe o calendário escolar e o plano pedagógico com os professores e a equipe de coordenação, abrindo espaço para diálogos e possíveis ajustes, pois eles serão afetados diretamente pelos horários das aulas, quantidade de turmas, período de prova e recuperação, reunião de pais, entre outras demandas que dizem respeito às suas próprias aulas, no conteúdo e na abordagem metodológica.

Para saber mais sobre as características do calendário escolar, acesse o nosso conteúdo Calendário escolar: o que não pode faltar para um ano letivo organizado!

Como já foi dito, as adversidades são melhores enfrentadas quando temos um plano. Perante cenários adversos, é mais fácil recalcular a rota a partir de um planejamento do que criar uma solução estratégica “do zero”, concorda? Nesse sentido, observando o tempo e o ano todo que vai correr, é possível pré-definir as metas e os objetivos com muito mais clareza!

2. Direcionamento da equipe pedagógica

De forma abrangente, o planejamento escolar se resume a um plano geral que vai levantar questões burocráticas e administrativas, além da orientação de metodologias, dos professores e, consequentemente, dos alunos.

Como em um “efeito cascata”, todo esse direcionamento tem uma origem: a equipe pedagógica, formada por diretores, coordenadores e pedagogos, que, por sua vez, também precisa de uma direção.

Com o planejamento, fica mais fácil que essa equipe se organize para, então, orientar o professor no planejamento das aulas; discutir critérios e instrumentos de avaliação; investir na formação continuada do corpo docente, entre outras tarefas.

3. Oportunidade de integração da equipe escolar

Quando a equipe de professores e a equipe pedagógica se diferem no trato com os alunos, ou mesmo com situações cotidianas, a integração acaba ficando fragilizada e um dos lados acaba ficando sobrecarregado.

Por isso, é de fundamental importância que os professores estejam alinhados com o planejamento pautado pela cultura da escola e com os acordos estabelecidos e que a equipe pedagógica esteja aberta para soluções apontadas pelos professores.

Afinal, o planejamento escolar não é apenas uma agenda! Ele diz respeito à administração escolar que se torna mais potente quando é realizada de forma democrática.

4. Mais organização para as atividades e a aplicação dos conteúdos

A partir de planejamentos estratégicos e abertos à participação, fica mais fácil observar o que foi realizado na trajetória da escola, assim, mapear as características do presente e se projetar no horizonte do futuro: o que é preciso melhorar, o que já está andando bem e deve permanecer, entre outras ações.

Sabemos que os professores atuantes em escola são singulares. E muito embora sejam graduados em um mesmo curso e até na mesma instituição, as formas de trabalho em si são sempre diferentes.

Dessa forma, o planejamento pedagógico faz com que haja uma consonância entre essas diferenças e a necessidade da unidade em relação às atividades e conteúdos aplicados. O conteúdo escolar, definido pelas diretrizes da BNCC, precisa ser bem distribuído ao longo do ano e somente um bom planejamento vai dar conta da organização desse amplo trabalho.

5. Bom desempenho educacional dos alunos

Os estudantes e os seus responsáveis são as pessoas dessa rede de conexão, que mais precisam de orientação no espaço escolar. Com isso, eles são, também, os que mais se beneficiam com o planejamento e a sua execução diária.

Prazos e datas são importantes para ajudar os genitores a se planejarem em relação a período de avaliação, eventos e reuniões e para que os alunos possam exercer sua autonomia para realizarem suas escolhas.

Temos regras institucionais, limites financeiros e de espaço, tempo e mais uma lista de variantes que quem está por detrás do pedagógico sabe muito bem do que estamos falando. Porém, tem um espaço que precisa ser organizado pelo aluno, seus estudos, principalmente.

Uma escola que comunica de forma transparente planos e alterações desses planos, favorece que o aluno tenha um bom desempenho educacional, visto que ele passa a ter mais senso de responsabilidade.

E por que incluir o ensino bilíngue no planejamento escolar?

Compreendidos os valores agregadores por meio do plano de ação da escola, convém destacar ser possível ir mais além, conferir destaque e promover mais performance para os estudantes e o colégio por intermédio da inclusão do ensino bilíngue na estruturação escolar.

A presença do ensino bilíngue já vem sendo vista não apenas como um diferencial, mas como uma premente necessidade de toda e qualquer instituição pedagógica. Isso porque a aprendizagem do idioma complementar fará toda diferença na integração da realidade dos estudantes.

Porém, mais do que traçar os planos de bilinguismo, é importante conhecer os pontos que merecem atenção considerando a demanda de cada aluno, a fim de contemplar adequadamente as suas potencialidades de escrita, elucidação, oralidade, reflexão, interpretação e leitura em outra língua.

Por acreditar na relevância de ensino direcionados, o Edify oferece programas bilíngues completos, tais como: To Hack, Premium, Essential e Novo Ensino Médio. Cada qual possui finalidades próprias e todos fomentam a excelência no inglês!

Você pode conhecer mais sobre nossas soluções do idioma adicional, acessando nosso conteúdo completo sobre o Edify Education! Assim, os alunos permanecem, novos pais de alunos se interessam, os professores querem continuar seus trabalhos e conseguem realizá-los com precisão e, é claro, a escola se torna um destaque na região.

Aproveite a visita para falar com um dos nossos consultores. Basta clicar no banner abaixo!

Diferencie a sua escola!
Compartilhe esse texto!
Avatar de Edify Education
Edify Education

O Edify Education está presente em centenas de escolas em todo o Brasil. Com a missão de proporcionar uma educação bilíngue de alta qualidade para todos, nascemos para promover evoluções reais, que refletem no protagonismo de cada aluno na própria jornada de aprendizagem. Nossas soluções nos levou a ganhar vários prêmios, como o 3° lugar no prêmio de votação popular Top Educação 2021 e o 1º lugar no ELTons Innovation Awards.

Veja textos relacionados:

projeto_bilingue

Projeto Bilíngue: O que é e como funciona?

Com a globalização cada vez mais presente em nossas vidas, a importância do aprendizado de línguas estrangeiras tem se destacado no cenário educacional. Nesse contexto, o projeto bilíngue tem se tornado uma abordagem popular para…

sistema bilíngue

Sistema Bilíngue: Saiba Como Funciona e Conheça o Edify!

Descubra o universo do sistema bilíngue, uma inovadora abordagem educacional que vai além do ensino tradicional de línguas estrangeiras. No coração dessa metodologia, está o compromisso de proporcionar aos alunos uma proficiência autêntica em duas…

Conte-nos o que achou sobre o texto!

Deixe um comentário

Seu contato não será exibido!