Saltar para o conteúdo
programa_bilingue

Programa Bilíngue: o que é? Entenda o conceito e como funciona!

O programa bilíngue é uma iniciativa que tem ganhado cada vez mais espaço nas escolas brasileiras. Trata-se de um modelo de ensino que busca desenvolver a fluência em duas línguas desde a infância, com o objetivo de preparar os alunos para um mundo globalizado e cada vez mais conectado.

O conceito de programa bilíngue envolve uma metodologia de ensino que trabalha com duas línguas de forma simultânea e integrada. Dessa forma, as crianças têm contato com a língua estrangeira desde cedo, o que facilita o aprendizado e proporciona uma maior familiaridade com o idioma. O programa é voltado para crianças de todas as idades, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio.

Nos últimos anos, o cenário educacional brasileiro tem passado por transformações significativas no que diz respeito ao ensino de línguas estrangeiras. Antes limitado a poucas horas semanais ou a cursos paralelos, o ensino bilíngue, agora, desponta como uma alternativa promissora, especialmente com o recente parecer do Conselho Nacional de Educação (CNE) sobre as Diretrizes Nacionais Curriculares para o Ensino Plurilíngue.

Você sabe qual é a situação desse cenário atualmente? Quais são as diferenças entre um programa bilíngue, uma escola bilíngue, uma escola internacional e um curso de idiomas?

Buscamos trazer um panorama geral sobre as soluções bilíngues disponíveis com foco no cenário atual, pois queremos te ajudar na sua compreensão da estrutura, princípios, passos de implementação e o acompanhamento de um programa bilíngue.

Portanto, se você é membro do ecossistema escolar (gestão, corpo docente, família ou estudante) ou simplesmente gostaria de ter uma visão mais completa sobre programas bilíngues, esse artigo é para você!

Conteúdo do Post

Saiba mais sobre as soluções Edify!

O que é um Programa Bilíngue?

Um programa bilíngue é uma iniciativa educacional que oferece instrução em duas línguas, geralmente, a língua materna do aluno e uma segunda língua, como inglês, espanhol, francês, entre outras. O objetivo é desenvolver habilidades bilíngues e literárias em crianças e jovens, permitindo que eles se comuniquem com fluência em ambas as línguas.

Os benefícios de um programa bilíngue incluem o desenvolvimento cognitivo, a melhoria da comunicação e da capacidade de resolução de problemas e a ampliação das oportunidades de carreira e estudo em um mundo globalizado. No entanto, faz-se importante destacar que a implementação de um programa bilíngue deve ser cuidadosamente planejada e executada levando-se em consideração as necessidades e características dos alunos, bem como a formação dos professores e a disponibilidade de recursos.

Ou seja, um programa bilíngue é mais do que uma simples adição de aulas de língua estrangeira. Ao contrário de uma escola bilíngue, que integra currículos lecionados em português e na língua adicional, ou uma escola internacional, que segue o currículo do país de origem, um programa bilíngue é um pacote de serviços oferecido por uma empresa terceirizada.

Esse programa envolve a criação de materiais didáticos próprios, desenvolvimento profissional baseado em abordagens de bilinguismo e centralidade do aluno no processo de ensino-aprendizagem. Assim, a escola que adota um programa bilíngue recebe toda a estrutura necessária, incluindo livros, plataforma de estudos, suporte comercial e pedagógico, além de contar com a expertise da empresa para a implementação bem-sucedida.

Diferentemente da escola bilíngue, o programa bilíngue foca a adição de horas de contato com a língua adicional, seja no turno regular ou contraturno. A abordagem do programa é centrada no aluno, incorporando métodos como aprendizagem baseada em projetos, imersão e CLIL (Content and Language Integrated Learning).

Conceito: Educação Bilíngue e Translinguagem

Educação Bilíngue é um termo amplo que abarca diferentes modalidades de soluções bilíngues em contextos diversos. De maneira objetiva e com o foco no aspecto linguístico, Megale (2018, p. 5) propõe que a Educação Bilíngue fundamenta-se no:

[…] Desenvolvimento multidimensional das duas ou mais línguas envolvidas, a promoção de saberes entre elas e a valorização do translinguar como forma de construção da compreensão de mundo de sujeitos bilíngues.
MEGALE, 2018, p. 5.

O conceito de translinguagem, muito utilizado em obras sobre bilinguismo e plurilinguismo, principalmente com autores como Ofelia García e Colin Baker (2007) e Li Wei (2018), refere-se à prática da utilização de todo o repertório linguístico do sujeito bilíngue para dar sentido ao discurso, para se comunicar com o outro, o que implica numa visão heteroglóssica de língua, ou seja, a perspectiva de que as línguas não formam sistemas independentes.

Isso quer dizer que as línguas não são armazenadas separadamente no cérebro, mas sim que elas se sobrepõem e se entrelaçam de maneira natural (BUSCH, 2015). Um exemplo simples é o fato de dois falantes bilíngues (de português e inglês) que conversam utilizando elementos das duas línguas de forma dinâmica e inteligível.

Qual a diferença entre escola com Programa Bilíngue, Escola Bilíngue, Escola Internacional e Curso de Idiomas?

Dentro do espectro do ensino bilíngue, é crucial compreender as diferenças entre escolas com programas bilíngues, escolas bilíngues, escolas internacionais e cursos de idiomas.

As escolas bilíngues possuem currículo integrado, lecionando disciplinas tanto em português quanto na língua adicional. Por outro lado, as escolas internacionais seguem o currículo do país de origem e funcionam como extensões desse território.

Já a escola com programa bilíngue conta com carga horária estendida do idioma adicional. Mas não é só isso! Além da carga horária estendida, o material didático, a metodologia de ensino e a formação dos professores são cuidadosamente desenhados para atender às necessidades do ensino bilíngue e para, verdadeiramente, formar cidadãos bilíngues.

Os cursos de idiomas, por sua vez, são entidades separadas da escola, frequentemente, oferecendo a língua inglesa como principal produto, com currículo desalinhado da escola regular e abordagens diversas. Essas escolas, geralmente, proporcionam entre 2 e 5 horas semanais de contato com o idioma, em turmas reduzidas e locais distintos.

O que é uma Escola Internacional?

As escolas internacionais seguem o currículo e um calendário escolar determinados pelo país de origem. Elas funcionam como uma extensão do território do país estrangeiro que operam de acordo com a legislação do país, onde estão instaladas.

Um exemplo prático é o de uma escola americana, que trabalha com as disciplinas em inglês e segue as datas e as diretrizes curriculares dos Estados Unidos.

Essa escola pode oferecer cursos em língua portuguesa, que podem ser integrados ou não ao tempo regular de aulas. Os alunos dessa escola têm acesso aos mesmos conteúdos que os alunos de escolas dos EUA, portanto, têm as certificações e/ou diplomas necessários para continuar sua educação nos EUA.

Vale lembrar que escolas brasileiras em territórios estrangeiros também configuram essa categoria.

Como se caracterizam os cursos de idiomas?

Escolas de idiomas são bastante comuns no Brasil e seu leque de opções de idiomas é extremamente variado. É bem comum que essas escolas ofertem a língua inglesa como principal produto e agreguem valor com outros idiomas, como o espanhol e outras línguas de elite (normalmente as europeias – alemão, francês e italiano). Essas escolas geralmente:

  • têm material de elaboração própria ou trabalham com livros de grandes editoras frequentemente internacionais;
  • têm um currículo desalinhado com o currículo utilizado na escola regular;
  • trabalham com abordagens e métodos variados e diferentes das outras soluções bilíngues (ex.: Abordagem comunicativa e método audiolingual);
  • são fisicamente separadas da escola regular e encontram-se em locais variados;
  • trabalham com turmas reduzidas (até 20 alunos no máximo);
  • variam bastante em termos de formação de professores (algumas contratam sem experiência prévia ou diploma na área, enquanto outras exigem certificações internacionais);
  • estão associadas ou não ao governo ou instituições de países falantes da língua adicional ensinada (como centros binacionais atrelados ao Departamento de Estado Americano).

Essas escolas geralmente oferecem entre 2 e 5 horas semanais de contato com o idioma, misturam alunos de diferentes idades em uma mesma turma, criam flexibilidade de ensino com turmas intensivas, cursos de férias e aulas aos sábados além de, ocasionalmente, criarem convênios com escolas regulares com a possibilidade de utilização do espaço da própria escola para o ensino da língua adicional.

É importantíssimo lembrar aqui que as escolas de idiomas diferem substancialmente das outras soluções bilíngues citadas acima, justamente pelo fato de tratarem o idioma ensinado muito mais como uma sequência de conteúdos do que como um meio de instrução. E essa distinção tem consequências relevantes.

Para entender a relevância de aprender inglês na escola, em vez de aprender em instituições separadas do ambiente escolar, leia o nosso artigo: Por que aprender inglês (na escola) é tão importante?

Como Funciona um Programa Bilíngue?

Um programa bilíngue é uma iniciativa educacional que visa aprimorar o desenvolvimento linguístico dos alunos, proporcionando o aprendizado de um segundo idioma por meio de metodologias de ensino e carga horária estendida na escola.

Diferentemente de uma escola bilíngue, um programa bilíngue é, de modo geral, um pacote de serviços oferecido por uma empresa terceirizada sem relação prévia com a escola, na qual existem a elaboração de materiais didáticos próprios e desenvolvimento profissional fundamentado nas abordagens e metodologias relacionadas ao bilinguismo e à ideia de centralidade do aluno no processo de ensino-aprendizagem.

Portanto, o programa bilíngue possui toda a estrutura necessária, incluindo livros, plataforma de estudos, suporte comercial e pedagógico, além de expertise, para a implementação em uma determinada escola.

O programa bilíngue caracteriza-se, portanto, pela adição de horas de contato com a língua adicional, no turno ou contraturno, e pela utilização de abordagens mais centradas no aluno, com a inclusão de aprendizagem baseada em projetos, imersão e CLIL.

Metodologia de Ensino

A essência da metodologia de ensino em um programa bilíngue reside na imersão completa dos alunos na língua estrangeira, proporcionando uma exposição natural e gradual ao idioma. Esse método visa criar um ambiente em que a língua adicional seja não apenas um objeto de estudo, mas uma ferramenta integral para a compreensão do conteúdo curricular. A imersão não se limita apenas à sala de aula, estendendo-se a diversas atividades e interações diárias, intensificando a absorção do idioma de maneira orgânica.

Uma abordagem notável dentro da metodologia de ensino em Programas Bilíngues é o Content and Language Integrated Learning (CLIL) ou Aprendizagem Integrada de Conteúdo e Língua. O CLIL é uma estratégia que se destaca pela integração da língua estrangeira no ensino de outras disciplinas, permitindo que os alunos aprendam não apenas a matéria em si, mas também a língua adicional de maneira simultânea. Nesse contexto, a língua de instrução se torna uma ferramenta para a aquisição de conhecimento em áreas como Matemática, História e Ciências.

No CLIL, as atividades lúdicas e interativas continuam desempenhando um papel crucial, tornando o aprendizado mais dinâmico e interessante. A abordagem não apenas promove a proficiência linguística, mas também aprofunda a compreensão conceitual, oferecendo aos alunos uma experiência educacional enriquecedora e holística. Dessa forma, a combinação de imersão e CLIL nos Programas Bilíngues representa uma estratégia poderosa para cultivar habilidades linguísticas e conhecimento substancial de maneira integrada e eficaz.

Carga Horária Estendida e Integração Diária com o Inglês

Um aspecto significativo em um programa bilíngue é a carga horária estendida, diferenciando-se da abordagem tradicional das escolas bilíngues. Nesse contexto, a ênfase recai sobre a implementação de aulas diárias de inglês, proporcionando aos alunos uma imersão constante no idioma. Em vez de integrar o ensino do segundo idioma às disciplinas convencionais, o programa bilíngue estende a carga horária dedicada ao inglês, garantindo uma exposição frequente e consistente.

Essa abordagem vai além da simples integração curricular, oferecendo uma imersão mais profunda e regular na língua estrangeira. Os alunos, ao terem aulas de inglês todos os dias, têm a oportunidade de aplicar o idioma em diversos contextos, desenvolvendo não apenas habilidades linguísticas, mas também uma compreensão prática de como o inglês pode ser utilizado em situações cotidianas e interdisciplinares.

Assim, a carga horária estendida nos programas bilíngues não apenas amplia a exposição à língua adicional, mas também enriquece a experiência educacional, preparando os alunos para uma proficiência mais sólida e uma compreensão abrangente do inglês em diferentes domínios de conhecimento.

Desenvolvimento Linguístico

O principal objetivo de um programa bilíngue é desenvolver a proficiência linguística dos alunos no idioma adicional. Para isso, são utilizadas diversas estratégias, como aulas de conversação, leitura e escrita. Além disso, os alunos são incentivados a participar de atividades extracurriculares, como intercâmbios e viagens, que permitem a prática da língua em situações reais.

Princípios do programa bilíngue

Programas bilíngues, conforme discutido anteriormente, primam pela implementação de um pacote de serviços que aumente o contato dos alunos com a língua adicional por meio da utilização de materiais didáticos baseados em uma abordagem mais comunicativa, com elementos de CLIL e Aprendizagem Baseada em Projetos. Dentro desse pacote, podemos identificar alguns aspectos importantes:

  • Suporte comercial e pedagógico;
  • Apoio de marketing;
  • Portfólio de atividades e eventos;
  • Promoção de desenvolvimento profissional para os docentes;
  • Estrutura de materiais físicos e digitais;
  • Expertise em abordagens, metodologias e bilinguismo.

Pedagogicamente, o programa bilíngue deve priorizar:

  • Excelência linguística (com profissionais de nível B2 ou acima);
  • Aluno como protagonista do aprendizado;
  • Interdisciplinaridade;
  • Formação continuada dos profissionais envolvidos;
  • Desenvolvimento de competências;
  • Cidadania global;
  • Aprendizado por imersão;
  • Habilidades atualizadas do século 21.

Podemos ressaltar, ainda, que programas bilíngues bebem de fontes diversas e usam como inspiração conceitos e práticas respaldadas por evidência científica e literatura acadêmica.

Além disso, diversas pesquisas nacionais e internacionais discorrem sobre a importância do bilinguismo como fonte de reserva cognitiva, o que aumenta a capacidade do cérebro de lutar contra doenças neurodegenerativas, bem como o aumento da flexibilidade cognitiva, que possui desdobramentos importantes na capacidade de raciocínio lógico e matemático, ganho de atenção e memória, além de incremento na capacidade criativa e na visão e compreensão de mundo por parte das crianças.

Como é a Implementação de um Programa Bilíngue?

Agora que entendemos melhor a diferença entre as soluções bilíngues, vamos analisar os pontos centrais e as etapas de implementação e acompanhamento de um programa bilíngue.

A implementação do programa bilíngue nas escolas requer uma série de etapas e procedimentos para garantir que o ensino seja eficiente e de qualidade. Atenção aos principais pontos que devem ser considerados na implementação do programa:

Capacitação de Professores

Um dos principais aspectos a serem considerados na implementação do programa bilíngue é a capacitação de professores. 

É fundamental que os professores tenham uma formação adequada para lecionar em língua estrangeira e utilizar metodologias específicas para o ensino bilíngue.

Os professores precisam receber treinamento para desenvolver habilidades de ensino bilíngue, como planejamento de aulas, avaliação de desempenho dos alunos e uso de recursos didáticos específicos. Aliás, é importante que os professores sejam capazes de criar um ambiente de aprendizagem que seja favorável ao desenvolvimento da língua estrangeira.

Material Didático Específico

Outro aspecto importante na implementação do programa bilíngue é o uso de material didático específico. O material deve ser desenvolvido para atender às necessidades dos alunos que estão aprendendo uma língua estrangeira. O material deve ser adequado à idade dos alunos e deve ser projetado para ajudá-los a desenvolver habilidades de comunicação em língua estrangeira.

O material didático deve incluir atividades que estimulem a conversação, a leitura e a escrita em língua estrangeira, bem como deve ser atualizado regularmente, para garantir que esteja em conformidade com as mudanças no ensino de línguas estrangeiras.

Conheça a Learning Factory, editora do Edify e vencedora do ELTons Innovations Awards 2020 na categoria “Excellence in Course Innovation” (Excelência em Inovação), leia o artigo: Editora brasileira vence o “Oscar” dos Materiais Didáticos de 2020.

Avaliação e Monitoramento

A avaliação e o monitoramento são aspectos importantes na implementação do programa bilíngue, sendo fundamental avaliar os alunos regularmente para determinar seu progresso no aprendizado da língua estrangeira.

Os professores devem usar uma variedade de métodos de avaliação, como testes escritos, apresentações orais e projetos. O monitoramento regular do progresso dos alunos permite que os professores identifiquem áreas em que os alunos precisam melhorar e ajustem o ensino de acordo com isso.

Em resumo, a implementação do programa bilíngue requer uma abordagem cuidadosa e planejada. A capacitação de professores, o uso de material didático específico e a avaliação e monitoramento regulares são aspectos importantes a serem considerados para se garantir o sucesso do programa.

Etapas de Implementação do Programa Bilíngue do Edify

O programa bilíngue Edify segue alguns passos intuitivos após o primeiro contato com a escola:

  • Reunião de boas-vindas para gestores e professores sobre os fundamentos do programa e demonstração dos recursos;
  • Avaliação e suporte na seleção de professores para o programa;
  • Treinamento das equipes da escola sobre nosso portal e pedido de materiais;
  • Sondagem do nível dos alunos para determinação da sequência pedagógica;
  • Contato com as famílias por meio de reunião para apresentação do programa;
  • Treinamento inicial dos professores sobre nossos princípios, recursos e materiais.

Antes, durante e após a contratação do programa, oferecemos suporte comercial, de marketing e pedagógico constante. A ideia é seguirmos de perto a evolução do programa bilíngue com foco no desempenho dos alunos.

Nossos mentores fazem o acompanhamento dos professores com treinamentos constantes, observações de aula e sessões de feedback, dicas sobre nossos recursos digitais, ideias de implementação de projetos, auxílio na preparação do calendário escolar e assistência com eventos, além de recomendar soluções mais personalizadas dependendo dos objetivos da escola.

O eixo de formação continuada é primordial e um dos pilares do sucesso de implementação de um programa bilíngue. Os mentores criam em conjunto com os professores um plano de desenvolvimento individualizado para promover a reflexão sobre práticas de ensino e desenvolver competências ao longo da evolução do programa.

Por que Escolher um Programa Bilíngue?

Escolas sem programa bilíngue, geralmente, oferecem poucos contatos semanais com a língua inglesa, muitas vezes, com aulas majoritariamente em português e abordagem centrada no professor. Em contraste, um programa bilíngue proporciona uma carga horária ampliada, com aulas aplicadas majoritariamente em língua inglesa e inserção de elementos de CLIL.

Com professores qualificados e corpo docente capacitado, as escolas que adotam um programa bilíngue se destacam como verdadeiramente bilíngues, proporcionando uma experiência exclusiva em um país onde a competência em inglês é ainda limitada.

Benefícios do Programa Bilíngue

O programa bilíngue oferece uma série de benefícios para os alunos que participam dele, e esses benefícios podem ser divididos em três categorias: cognitivos, sociais e acadêmicos.

Cognitivos

O programa bilíngue pode ajudar a melhorar a capacidade cognitiva das crianças. Estudos mostram que aprender uma segunda língua pode melhorar a memória, a atenção e a capacidade de resolução de problemas. Além disso, o aprendizado de uma segunda língua pode ajudar a desenvolver habilidades de pensamento crítico e criativo.

Sociais

Participar do programa bilíngue também pode ter benefícios sociais. As crianças que aprendem uma segunda língua, geralmente, têm uma maior sensibilidade cultural e são mais capazes de se comunicar com pessoas de diferentes origens, e isso pode ajudá-las a desenvolver habilidades sociais importantes, como a empatia e a tolerância.

Acadêmicos

O programa bilíngue pode ter um impacto positivo no desempenho acadêmico das crianças. Estudos mostram que as crianças que aprendem uma segunda língua tendem a ter um desempenho melhor em Matemática, Ciências e outras disciplinas acadêmicas. Além disso, o aprendizado de uma segunda língua pode ajudar as crianças a desenvolver habilidades de leitura e escrita mais fortes, o que pode ser útil em todas as áreas acadêmicas.

Como escolher um programa bilíngue para a minha escola?

Se a sua escola tem interesse em adotar um programa bilíngue, lembre-se que um programa bilíngue consolidado, respaldado na experiência acumulada de anos de ensino e na promoção da inovação educacional é a aposta certa. Outros fatores importantes são:

  • Qualidade dos materiais didáticos e recursos digitais;
  • Mensuração e personalização do aprendizado;
  • Foco no aluno e no seu desenvolvimento linguístico;
  • Suporte pedagógico constante, flexível e voltado para a capacitação contínua;
  • Expertise em bilinguismo, metodologias ativas, inovação e abordagens pertinentes.

Um ponto de atenção que precisa ser levado em consideração pelo gestor escolar é a escolha de um parceiro que tenha visão e valores similares aos de sua escola e apoie o crescimento da instituição além da sala de aula.

Qual o melhor programa bilíngue?

A escolha do melhor programa bilíngue para sua escola requer atenção a vários aspectos. A excelência linguística e acadêmica, qualidade dos materiais didáticos e recursos digitais, foco no aluno e suporte pedagógico constante são critérios essenciais. Nesse contexto, o Edify se destaca como uma referência no cenário educacional.

Além de oferecer suporte comercial, de marketing e pedagógico constante, o Edify prioriza a formação continuada dos profissionais envolvidos. Com uma abordagem que valoriza o aluno como protagonista do aprendizado, interdisciplinaridade e desenvolvimento de competências, o Edify se posiciona como a escolha ideal para escolas que buscam a excelência no ensino bilíngue.

Ouça o depoimento de um gestor escolar que compartilha as suas experiências com outros programas bilíngues e afirma que a transição para o programa bilíngue do Edify foi a melhor escolha da vida dele.

O Futuro Bilíngue da Educação

Em resumo, a escolha por um programa bilíngue não apenas amplia o contato dos alunos com a língua adicional, mas redefine a experiência educacional, promovendo o desenvolvimento linguístico, socioemocional e cognitivo. A transição para um cenário educacional bilíngue exige uma compreensão clara dos conceitos envolvidos, a escolha do programa certo e a implementação cuidadosa, considerando princípios pedagógicos sólidos.

Ao adotarem o programa bilíngue do Edify, as escolas não apenas se destacam, mas também contribuem para a formação de alunos mais preparados e globalmente competentes, moldando o futuro bilíngue da educação brasileira.

Transformando o Futuro com Programas Bilíngues

Diante do vasto mosaico linguístico brasileiro, a promoção de um sistema educacional bilíngue se revela como um desafio e uma oportunidade única. Embora o Brasil seja um país plurilíngue, em que línguas de fronteira, indígenas, europeias e de sinais coexistem, a realidade predominante para a maioria é a língua portuguesa em suas diversas variações. No entanto, quando observamos o acesso à língua inglesa, percebemos que os resultados positivos ainda são restritos a uma parcela reduzida da população.

Apesar dos desafios persistentes, é fundamental mantermos a esperança no poder transformador do bilinguismo. Acreditamos que ele é uma ferramenta poderosa de empoderamento, abrindo portas para um mundo de possibilidades e proporcionando ganhos cognitivos notáveis.

Além disso, a adoção generalizada de programas bilíngues nas escolas pode desencadear uma série de efeitos positivos, desde o aumento do acesso à língua inglesa até a formação de gerações mais fluentes e profissionais capacitados no mercado de trabalho.

Ao aspirarmos a um futuro em que mais alunos possam estudar em programas internacionais, realizar pesquisas em centros estrangeiros e expandir seus horizontes, reforçamos a importância dos programas bilíngues. Acreditamos que, ao investirmos na aprendizagem da língua inglesa, estamos não apenas enriquecendo as experiências individuais, mas também contribuindo para a construção de uma sociedade mais globalizada e interconectada. Nossa esperança é que essa tendência se perpetue, gerando benefícios cognitivos e oportunidades para um número cada vez maior de pessoas.

Vamos construir juntos uma geração bilíngue!

Referências:

BUSCH, B. The linguistic repertoire revisited. Applied linguistics, v. 33, n. 5, p. 503-523, 2012.

GARCÍA, O; BAKER, C, eds. Bilingual education: An introductory reader. Vol. 61. Multilingual matters, 2007.

MEGALE, A. H. Educação bilíngue de línguas de prestígio no Brasil: uma análise dos documentos oficiais. The Especialist, v. 39, n. 2, 2018. WEI, L. “Translanguaging and code-switching: What’s the difference.” Blog Post. OUPblog. Oxford UP 9 (2018).

Compartilhe esse texto!
Avatar de Edify Education
Edify Education

O Edify Education está presente em centenas de escolas em todo o Brasil. Com a missão de proporcionar uma educação bilíngue de alta qualidade para todos, nascemos para promover evoluções reais, que refletem no protagonismo de cada aluno na própria jornada de aprendizagem. Nossas soluções nos levou a ganhar vários prêmios, como o 3° lugar no prêmio de votação popular Top Educação 2021 e o 1º lugar no ELTons Innovation Awards.

Veja textos relacionados:

combate_ao_bullying

Combate ao bullying: 5 atividades para as aulas de inglês

A cada ano, pessoas ao redor do mundo se unem para reforçar a importância de uma luta diária: o combate ao bullying, incentivando a empatia e fortalecendo os laços de afeto. Substantivo da língua inglesa,…

dia_internacional_das_mulheres

Dia Internacional das Mulheres: 8 Ideias Para as Aulas de Inglês

O Dia Internacional das Mulheres é uma celebração global que reconhece as conquistas e a luta contínua das mulheres por igualdade de direitos e oportunidades. Essa data, comemorada em 8 de março, oferece uma oportunidade…

Conte-nos o que achou sobre o texto!

Deixe um comentário

Seu contato não será exibido!