Saltar para o conteúdo
Marketing educacional

Marketing educacional: 5 estratégias para a sua instituição!

Muitas das vezes, quando falamos em instituições de ensino, pensamos diretamente na questão puramente educacional e nos esquecemos do aspecto comercial. Isso acontece porque há uma dificuldade social em reconhecer que as escolas particulares são também empresas.

E, como acontece com todo tipo de empreendimento, a instituição precisa captar novos clientes e, para que isso se concretize, é importante saber utilizar os recursos de marketing.

Há um detalhe, porém, que precisa ser destacado: as estratégias para a criação de valor e o alcance de novos estudantes precisam ser personalizadas ao tipo de negócio; daí a importância do Marketing Educacional enquanto ferramenta que auxilia na obtenção de sucesso no fechamento das matrículas, bem como na fidelização dos clientes.

Por isso, nós, do Edify, preparamos um conteúdo para compartilhar 5 estratégias que podem ser aplicadas na sua escola para gerar bons resultados e também para tratar especificamente do tema marketing para as instituições de ensino. Para conferir, continue a leitura!

Saiba mais sobre os programas Edify!

5 estratégias de Marketing Educacional para implementar na sua instituição

O marketing voltado para as instituições de ensino devem considerar 3 importantes fatores, são eles:

  1. Bom posicionamento de marca;
  2. Comunicação ativa com os clientes;
  3. Divulgação acentuada.

As táticas abordadas que trouxemos aqui englobam esses componentes, veja a seguir.

1. Definição da persona e segmentação do público

A persona e o público-alvo são termos tão recorrentes na atualidade que houve até mesmo uma “banalização” da sua real importância. Mas no campo educacional, tratar desses elementos é fundamental e decisivo.

Isso ocorre porque diferentemente de outros setores, na área da educação, a persona e o público precisam estar, necessariamente, bem definidos, considerando que eles serão diferentes conforme o nível de ensino e o tipo de serviço prestado.

A ideia central aqui é: cada instituição possui mercados distintos!

Tome como exemplo o ensino básico, nele, além do estudante, também é necessário definir os seus responsáveis, uma vez que são estes os tomadores de decisão, bem como os avaliadores da gestão escolar. O mesmo não ocorre como regra no ensino superior, já que a maioria dos estudantes já são maiores de idade.

Por isso, é de suma relevância identificar e traçar o perfil do cliente ideal para, a partir daí, esquematizar como se darão a comunicação, a produção de conteúdo, a divulgação e os demais métodos a serem aplicados.

2. Produção de conteúdo e construção de autoridade digital

Muitos organismos educacionais ainda tendem a ser mais tradicionalistas e, assim, ignoram o potencial da internet. Porém, estar presente no universo virtual e trabalhar para alcançar a autoridade digital são atitudes que devem ser buscadas e concretizadas a fim de garantir que os novos modelos de demanda sejam supridos.

Hoje, quando surge o interesse por um colégio, a primeira atitude dos clientes é recorrer às redes sociais para atestar a sua presença digital. A partir disso, é estabelecido um canal de interação entre o usuário e a instituição.

Assim, convém que as IES mantenham-se ativas nas plataformas digitais (Site, blog, Instagram, Facebook, Linkedln, YouTube, entre outras) para que haja um maior alcance de público e conexão por meio de conteúdos que abordem a temática do nicho.

E por falar em conteúdo, é por intermédio dele que a autoridade também poderá ser obtida para assegurar a relevância, o profissionalismo e o posicionamento sólido da marca. Nesse sentido, a produção ativa de conteúdo de valor gera oportunidades valiosas na captação de clientes.

Para saber mais sobre o assunto, confira nosso conteúdo sobre o Marketing de conteúdo para a escola!

3. Comunicação aberta com estudantes e seus responsáveis

Outro ponto importante é a comunicação que se dá por meio do marketing de relacionamento. Assim, cria-se uma aproximação que começa com a conexão inicial e chega a uma relação profunda baseada na personalização e no fortalecimento.

Por isso, estabeleça vias de comunicação intencional com o seu público de modo que seja possível tanto construir a relação quanto compartilhar avisos, informações e campanhas.

Aqui entra a pertinência da integração dos seguintes elementos:

  • Costumer Relationship Management (CRM);
  • Pesquisas de satisfação dos estudantes e de seus responsáveis;
  • Sistema de e-mail marketing;
  • Disponibilização de um contato via WhatsApp e demais canais de atendimento ao cliente;
  • Estímulos de interação nas redes sociais;
  • Estabelecer o tipo de linguagem a ser utilizada;
  • Dar continuidade ao relacionamento com os egressos.

Destaca-se, ainda, que manter a comunicação aberta com a equipe administrativa, o corpo docente e demais colaboradores também é essencial e significativo.

Aproveite e leia também: Pesquisa de satisfação escolar: como elevar a nota da escola!

4. Divulgação de missão, processos e iniciativas

A divulgação tem como escopo externalizar, ou seja, revelar ao mundo dos fatos. E muito embora possa parecer uma estratégia um tanto quanto óbvia, a sua utilização nas empresas nem sempre atende o seu propósito.

É interessante que as instituições de ensino usem esse recurso que serve como um “braço do marketing educacional” em larga escala, mas desde que o faça de maneira estratégica e intencional.

Dessa maneira, convém difundir informações variadas e não apenas a abertura do processo de matrícula, que é a conjuntura de maior ocorrência. A ampliação dos meios de propagação deve abranger a missão, os valores, as conquistas, os reconhecimentos, as provas sociais, os processos internos e as iniciativas.

5. Destaques concorrenciais

Além das estratégias já mencionadas, explorar pontos que diferenciam o serviço educacional é imprescindível, principalmente quando enfocamos a ampla concorrência que existe no setor de educação.

Assim, também representam uma medida que deságua no Marketing Educacional os componentes que destacam e elevam o nível da sua instituição, como a qualidade do corpo docente, a estrutura física, a existência de programas bilíngues, as iniciativas promovidas interna e externamente, entre outros.

Aproveite e confira também: Programa Bilíngue: o que é? Entenda o conceito e como funciona!

Entenda o que é o Marketing Educacional

De acordo com Sonia Colombo (2008, p. 17), até o século passado, as IES centravam-se apenas no ensino, sem voltar os seus olhos para o campo comercial. A partir da década de 70, houve um crescimento desenfreado de organizações de ensino e foi necessário encontrar formas de acompanhar a evolução social.

Nesse sentido, o Marketing Educacional representa uma das formas pelas quais é possível alcançar novos estudantes e fidelizar os que já são alunos, por meio de uma série de estratégias que devem ser aplicadas, exclusivamente, nas instituições de ensino.

Leia também: Ferramentas de marketing para a captação de alunos.

A diferença entre Marketing e Marketing Educacional

Uma dúvida que pode surgir é: qual a diferença do marketing tradicional para o educacional, afinal? A resposta deve considerar a seguinte fala:

“Não devemos tratar o ensino apenas como um produto, pois ele não é. Seu valor é muito elevado e ele atende ao estudante, à família, à comunidade e, de uma forma geral, a toda humanidade. Foi através do desenvolvimento do conhecimento e da sua transmissão que chegamos até aqui. Não podemos comparar o ensino a nenhum outro tipo de serviço […]”. (COLOMBO, Sonia Simões, et al).

Em resumo, o marketing é o gênero do qual o marketing educacional é uma das suas derivações. Isso se dá uma vez que cada ramo conta com particularidades, não sendo proveitoso que as mesmas estratégias se apliquem a todos eles de modo generalizado. E é justamente por isso que existem, por exemplo, vários tipos de marketing: o Jurídico, o Social, o Público, entre outros.

Com isso, surge a necessidade de estabelecer estratégias que são validadas no mercado educacional e pensá-lo a partir de uma perspectiva única e autêntica.

Bem, conhecendo 5 estratégias de marketing educacional com um papel crucial na captação de novos estudantes e entendendo o que, de fato, constitui as medidas estratégicas voltadas para o mercado de educação, é hora de aplicar os ensinamentos na sua instituição e alavancar o seu negócio.

Conte com o Edify para ir mais longe!

Ao contar com as soluções de inglês do Edify, além do todo suporte para implementação de um programa bilíngue, transformando a proposta pedagógica da escola e oferecendo um diferencial competitivo no mercado, nós também oferecemos um apoio para promover o marketing da sua instituição, com materiais e dados reais sobre as vantagens de posicionar a sua escola como uma escola bilíngue no cenário educacional da sua região.

Se você quer saber mais sobre uma possível parceria e sobre as nossas soluções bilíngues, basta preencher o nosso formulário, clique no banner abaixo e preencha os dados da sua instituição que entraremos em contato com você!

Referências:

COBRA, Marcos; BRAGA, Ryon. Marketing Educacional: Ferramentas de gestão para Instituições de ensino. São Paulo: Cobra Editora Ltda, 2004.

COLOMBO, Sonia Simões, et al. Marketing educacional em ação: estratégias e ferramentas. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Compartilhe esse texto!
Avatar de Edify Education
Edify Education

O Edify Education está presente em centenas de escolas em todo o Brasil. Com a missão de proporcionar uma educação bilíngue de alta qualidade para todos, nascemos para promover evoluções reais, que refletem no protagonismo de cada aluno na própria jornada de aprendizagem. Nossas soluções nos levou a ganhar vários prêmios, como o 3° lugar no prêmio de votação popular Top Educação 2021 e o 1º lugar no ELTons Innovation Awards.

Veja textos relacionados:

projeto_bilingue

Projeto Bilíngue: O que é e como funciona?

Com a globalização cada vez mais presente em nossas vidas, a importância do aprendizado de línguas estrangeiras tem se destacado no cenário educacional. Nesse contexto, o projeto bilíngue tem se tornado uma abordagem popular para…

sistema bilíngue

Sistema Bilíngue: Saiba Como Funciona e Conheça o Edify!

Descubra o universo do sistema bilíngue, uma inovadora abordagem educacional que vai além do ensino tradicional de línguas estrangeiras. No coração dessa metodologia, está o compromisso de proporcionar aos alunos uma proficiência autêntica em duas…