Saltar para o conteúdo
inclusao_escolar

Inclusão Escolar: saiba o que é e qual sua importância

Antes de falar sobre a inclusão escolar, é importante mencionar que todas as crianças têm direito à educação, por isso, é imprescindível que as instituições de ensino públicas e privadas estejam preparadas para atendê-las independentemente se elas possuem necessidades especiais ou não.

É nesse sentido que surgiu o movimento mundial da inclusão escolar, que tem como objetivo garantir que todos, sem discriminação, tenham acesso ao processo de ensino e aprendizagem de qualidade.

Diante disso, a gestão escolar precisa ser focada nas ações de inclusão para que elas se tornem realidade no ambiente das escolas. Assim, é possível formar cidadãos mais integrados com os seus direitos e deveres, bem como seres humanos empáticos com os problemas do outro.

Pensando na importância deste tema, separamos aqui as principais informações sobre o assunto. Confira!

Você sabe o que é, de fato, a inclusão escolar?

A inclusão escolar é um processo que visa a integração e a permanência dos estudantes com necessidades educacionais especiais no ambiente escolar. Vale destacar que essas necessidades estão relacionadas às deficiências associadas às condições físicas, intelectuais, sociais, emocionais e sensoriais.

Essa ação é respaldada por meio do artigo 208 da Constituição brasileira que prevê que o Estado deve garantir a educação para todos os brasileiros. Diante disso, as instituições educacionais não podem cometer nenhum tipo de discriminação e devem atender a todos os estudantes de maneira igualitária.

A importância da inclusão escolar

O processo de inclusão escolar é essencial para o desenvolvimento intelectual das crianças. Isso porque ele oferece espaço para aqueles que por muitos anos foram marginalizados e excluídos do sistema educacional. Assim, esses estudantes têm a oportunidade de obter uma educação de qualidade com um atendimento mais humanizado.

Além disso, a inclusão ajuda muito na socialização das crianças, pois elas convivem com a diversidade e aprendem que precisam respeitar as diferenças e particularidades de cada um. Isso é muito importante para que se tornem cidadãos coerentes e determinados a melhorar a realidade brasileira.

Porém, o grande desafio deste processo é a falta de preparação dos professores e do ambiente escolar. Outro fator que pode dificultar é a resistência de alguns responsáveis que podem temer incluir o filho em uma escola regular, já que antigamente esses estudantes tinham espaço para estudar apenas nas escolas especiais.

Segundo Mantoan (2008, p. 34), “os pais de crianças com deficiência e educadores brasileiros deveriam ser os primeiros a levantar a bandeira contra a discriminação e, no entanto, o que muitos ainda insistem em fazer é batalhar para que a exclusão se mantenha e as escolas especiais sejam consideradas escolas de ensino fundamental”.

Diante desses aspectos, temos um longo caminho até que a inclusão na escola seja implementada em sua totalidade. Por isso, o Governo, as instituições de ensino e os responsáveis precisam trabalhar juntos em prol de um mesmo objetivo para que esse processo tenha sucesso.

Os Benefícios da Inclusão Escolar

A inclusão escolar vai muito além de cumprir uma obrigação legal. Ela oferece uma série de benefícios não apenas para os estudantes com necessidades educacionais especiais, mas também para toda a comunidade escolar e a sociedade como um todo.

Promove a Diversidade e a Tolerância

A inclusão escolar promove a diversidade no ambiente educacional, permitindo que estudantes de diferentes origens, habilidades e características compartilhem experiências. Isso ajuda a construir uma cultura de tolerância e respeito às diferenças desde cedo, preparando os alunos para viver em uma sociedade plural.

Desenvolve a Empatia

Estudantes que convivem com colegas com necessidades especiais aprendem a enxergar o mundo a partir de diferentes perspectivas. Isso desenvolve a empatia, a compreensão e a capacidade de se colocar no lugar do outro, habilidades essenciais para a vida em sociedade.

Estimula a Aprendizagem Colaborativa

A inclusão promove a aprendizagem colaborativa, na qual os alunos trabalham juntos para superar desafios e alcançar objetivos comuns. Isso reflete a realidade do mundo profissional, onde a colaboração é fundamental.

Prepara para a Cidadania Ativa

A inclusão escolar contribui para formar cidadãos ativos e engajados na comunidade. Os estudantes aprendem desde cedo a importância de defender os direitos de todos e a lutar contra a discriminação.

Fomenta o Desenvolvimento Individual

A inclusão oferece oportunidades para que cada estudante desenvolva seu potencial ao máximo, independentemente de suas limitações. Isso pode levar a descobertas surpreendentes e ao florescimento de talentos individuais.

Reduz o Estigma

Ao integrar estudantes com necessidades especiais no ambiente regular de ensino, a inclusão ajuda a combater o estigma associado a essas condições. Isso contribui para que esses alunos se sintam valorizados e aceitos pela sociedade.

Melhora o Clima Escolar

Escolas que promovem a inclusão geralmente têm um clima mais positivo e acolhedor. Isso beneficia todos os alunos, pois um ambiente onde todos se sentem seguros e respeitados é propício para o aprendizado.

A inclusão escolar não é apenas uma questão de cumprir a lei, mas sim uma oportunidade de enriquecer o ambiente educacional e preparar os estudantes para uma sociedade mais inclusiva e justa. Portanto, é fundamental que as instituições de ensino continuem a se esforçar para promover a inclusão e garantir que todos os alunos tenham acesso a uma educação de qualidade.

Como fazer a inclusão na escola?

É muito importante que as instituições de ensino busquem se adaptar para atender a inclusão escolar. Para isso, é necessário fazer ajustes tanto no ambiente escolar quanto no corpo docente. Assim, consegue-se oferecer uma educação mais inclusiva e humanizada.

Existem algumas ações que precisam ser feitas para que a escola seja um ambiente inclusivo, dentre elas, podemos citar as descritas abaixo.

Recrie o modelo educativo

É necessário alterar o sistema tradicional de ensino para que os alunos com necessidades educacionais especiais sejam incluídos. Pois, esse modelo valoriza a repetição e a memorização, bem como avalia os estudantes de maneira padrão. Além disso, o ensino está centrado no professor.

Nesse sentido, deve-se adotar um ensino centrado no estudante no qual existe a participação ativa dos discentes e leva em consideração os estilos de aprendizagem. Lembre-se que “as escolas de qualidade são espaços educativos de construção de personalidades humanas autônomas, críticas, espaço onde crianças e jovens aprendem a ser pessoas” (MANTOAN, 2003, p. 35).

Invista na capacitação dos professores

O primeiro passo para fazer a inclusão escolar é preparar os professores para que saibam lidar com todas as diferenças e particularidades dos estudantes. Dessa forma, é possível acolher cada um deles de maneira correta sem cometer qualquer ato de discriminação. O papel dos professores é essencial para que a inclusão tenha sucesso. Por isso, a gestão escolar precisa investir na capacitação destes profissionais.

Desenvolvimento Docente para a Inclusão e Diversidade

Faça a adaptação do ambiente

Não basta preparar os professores se o ambiente não está adaptado, por isso também é necessário investir nos recursos para atender às necessidades especiais dos estudantes. Nesse caso, deve-se fazer ajustes na estrutura de mobilidade, como adaptar banheiros, portas, elevadores, corrimãos, entre outros. É nesse momento, ainda, que se faz necessário investir na construção de rampas de acesso, por exemplo.

Use tecnologia apropriada

A tecnologia é uma grande aliada da educação e no caso dos estudantes com necessidades educacionais especiais ela é essencial. Por isso, deve-se investir em programas, materiais didáticos e equipamentos que possam ajudar a facilitar o processo de ensino e aprendizagem dentro da sala de aula.

Em conclusão, a inclusão escolar é uma necessidade urgente que precisa ser atendida pelas instituições de ensino para que todas as crianças tenham acesso à educação de qualidade sem passar por constrangimentos desnecessários. Além disso, com o sucesso desse processo é possível ter um ambiente escolar mais humanizado onde os estudantes aprendem a ter empatia pelo próximo.

Gostou deste texto? Então, não deixe de assinar a nossa newsletter. Assim, você poderá receber nossos conteúdos exclusivos sobre educação em primeira mão.

Receba conteúdo sobre educação toda semana!

Referências bibliográficas

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. O desafio das diferenças nas escolas. Petrópolis: Vozes, 2008.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Inclusão escolar: o que é? Por quê? Como fazer? São Paulo: Moderna, 2003.

Compartilhe esse texto!

Veja textos relacionados:

curadoria_bett_brasil

Bett Brasil: tudo o que você precisa saber

Vamos mergulhar nos principais assuntos discutidos durante a Bett Brasil 2024, a maior feira de educação e tecnologia da América Latina. Aqui, apresentaremos um resumo do e-book produzido pelos especialistas do Edify, sendo uma referência…

ingles_para_criancas

Inglês para crianças: transforme o tempo de tela em aprendizado real com o Edify Play!

No mundo atual, em que a tecnologia se tornou uma parte intrínseca da vida diária, é fundamental encontrar maneiras de integrar o aprendizado às atividades digitais das crianças. No entanto, encontrar plataformas que não apenas…

Conte-nos o que achou sobre o texto!

Deixe um comentário

Seu contato não será exibido!

O que já falaram sobre:
  1. Raquel Paiva de Azevedo

    Achei exelente.

    • Edify Education

      Ficamos muito felizes com esse seu feedback, Raquel!