Saltar para o conteúdo
Competencia habilidades

Competências e Habilidades: a Língua Inglesa no Ensino Fundamental

Trabalhar as competências e habilidades que a BNCC — Base Nacional Comum Curricular — propõe para a Língua Inglesa no Ensino Fundamental pode ser um desafio para muitas escolas. Isso porque esse documento que rege a educação propõe diversas mudanças no cotidiano escolar e na maneira como os conteúdos são abordados.

Por esse motivo, tão importante quanto saber quais são as diretrizes que regem o ensino de línguas no Brasil, é ter acesso a boas referências e materiais que nos permitam implementá-las da maneira correta, como metodologias ativas e inovadoras ligadas às diretrizes, que permitam que os alunos se sintam contemplados em sua individualidade e modo de interagir com o mundo.

Portanto, se você está buscando por mais informações sobre como adaptar sua escola a essa nova realidade e desenvolver essa nova cultura, continue lendo para saber mais sobre o assunto com a nossa equipe.

Competências e Habilidades: as propostas para Língua Inglesa

Assim como outros documentos voltados ao ensino básico no nosso país, a BNCC foi elaborada para oferecer ferramentas que possibilitem a elaboração de uma prática pedagógica mais ampla. O resultado disso é a mudança na forma como os estudantes são dispostos no contexto educacional, gerando diferentes formas de aprendizagem das disciplinas e seus conteúdos propostos.

A Base Nacional surgiu com recomendações que visam proporcionar uma educação mais inclusiva e que considera as heterogeneidades de cada estudante, lhes dando maior destaque e possibilidades de acesso a um aprendizado democrático e acessível a todos, sem distinções de qualquer cunho.

Em outro post, nos dedicamos a falar sobre os conceitos de competência e habilidade trazidos na BNCC e como eles são trabalhados durante os anos.

Já no segmento que se dedica ao Ensino Fundamental, considerando a aplicação em toda a rede de ensino (pública ou privada), a BNCC foi instaurada desde a sua criação e homologação no ano de 2017 pelo Ministro da Educação, Mendonça Filho, que ocupava a cadeira na época.

Contudo, a implementação gerou (e ainda gera) muitas dúvidas quanto ao que e como fazer essa adaptação no dia a dia nas salas de aula. Segundo esse documento tão relevante, no que tange à aquisição da língua inglesa, existem algumas orientações específicas que contribuem para o pleno desenvolvimento das habilidades.

Esse aprendizado irá, no futuro, construir uma competência linguística que servirá como base na construção de sujeitos globais e capazes de interagir com o mundo.

O que a BNCC prevê para o ensino de Língua Inglesa no Ensino Fundamental

No caso desse período específico da formação escolar, existem determinados pontos que o documento propõe e espera que sejam ampliados. As orientações pedagógicas que o documento traz são destinadas a todas as escolas de ensino básico, sejam elas públicas ou privadas.

A língua inglesa foi escolhida por conta das suas funções políticas e sociais, agindo como um instrumento de comunicação e agenciamento crítico dos estudantes na sua interação com um mundo globalizado e cada vez mais plural, dando maior espaço para a interculturalidade intrínseca que o idioma tem hoje.

Dessa forma, aprender inglês no contexto escolar possui diversos benefícios, que servem não só para a obtenção de melhores oportunidades no mercado de trabalho, mas, também, na formação de cidadãos que possam agir ativamente no meio em que vivem.

Por considerar o inglês uma língua global, a BNCC busca uma educação linguística que seja, não só consciente, mas também, crítica. Para tanto, o documento sugere a implementação de algumas estratégias e elementos que complementam, ao passo que guiam, o estudo de inglês nos currículos escolares.

Para o Ensino Fundamental, existem especificidades elaboradas especificamente para cada eixo a ser desenvolvido pelos estudantes. Sendo assim, confira o que é proposto, segundo o próprio documento.

Competencias especificas

Fonte: BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/abase/#fundamental/lingua-inglesa>

Importância Língua Inglesa na atualidade

Muitos textos e artigos discutem a relevância dessa habilidade linguística entre os conhecimentos básicos do currículo escolar e profissional. No mundo globalizado, a Língua Inglesa passou a ser a ponte de comunicação entre diferentes países. Atualmente, esse idioma passou a ser considerado uma língua franca porque é usado para a comunicação de pessoas de diferentes regiões do mundo.

Por esse motivo, ela é muito relevante para quem quer se destacar no mercado de trabalho e educação. Dessa forma, o idioma inglês pode ser uma boa forma de aprimoramento e realização de sonhos.

Além disso, estudar inglês estimula diversos pontos do desenvolvimento humano, os quais vão desde a criatividade até a cognição. Quando o assunto é aprender a língua franca na escola, nós temos um post que mostra o porquê aprender inglês é importante.

Desafios propostos pela diretriz

No que tange às competências e habilidades indicadas pela Base Nacional, podemos citar algumas questões que podem surgir como desafios às equipes pedagógicas e professores.

Dessa forma, as escolas devem se propor a trabalhar na implementação de estratégias de ensino que priorizem os elementos dispostos nos eixos organizadores a seguir:

Oralidade

Tem como objetivo estimular as práticas de produção oral da Língua Inglesa. Isso é feito por meio de diferentes contextos discursivos, sejam eles presenciais ou simulados. Dessa maneira, espera-se estimular o repertório de falas diversas, incluindo o discurso do professor.

Leitura

Busca praticar a leitura de diversos textos no idioma inglês, que estão presentes em diferentes suportes e esferas de circulação. Os quais podem ser verbais, verbo-visuais e multimodais. Com isso, o aluno pode articular o inglês com o conhecimento de outras línguas, materna ou não.

Escrita

Este eixo da BNCC busca relacionar o cotidiano dos alunos com a língua inglesa por meio da produção de textos. Isso deve ser feito por meio da escrita mediada pelo professor. Então, é esperado que os alunos consigam relacionar o que é escrito na língua franca com o idioma materno.

Conhecimentos Linguísticos

A análise linguística é fundamental para a reflexão do funcionamento da língua inglesa. Por isso, com base nos outros eixos, espera-se que os alunos consigam melhorar sua capacidade crítica sobre as estruturas e atividades da língua inglesa.

Dimensão intercultural

Visa estimular o convívio e a interação entre as culturas dos alunos com aquelas que têm o inglês como língua materna. Desse modo, espera-se favorecer o respeito, a valorização e a diversidade entre os povos.

No que diz respeito à escola, é necessário que a gestão e o corpo docente estejam preparados para trabalhar em torno desses eixos. A seguir você vai ver algumas alternativas que podem melhorar a atuação.

Alternativas para escolas que buscam otimizar seu ensino

As escolas precisam se adaptar às novas políticas educacionais e a BNCC mostra como a língua inglesa já faz parte do cotidiano dos estudantes brasileiros. Por isso, para que uma instituição educacional se destaque e melhore o seu serviço, é necessário repensar os modelos de ensino e aprendizado por meio das soluções em inglês.

Ao fazer isso, os alunos podem potencializar suas possibilidades de participação e circulação no mundo digital e globalizado para um processo contínuo de ensino-aprendizagem contextualizado com a realidade atual.

Por isso, é fundamental que instituições de ensino busquem metodologias atuais e efetivas que cumpram os objetivos da Base Nacional e estejam de acordo com a realidade dos alunos.

Como foi possível observar, a BNCC já é uma realidade no ensino brasileiro e cabe às escolas melhorarem o serviço prestado e se adaptarem a ela. Esses são os principais desafios dos próximos anos, principalmente no que diz respeito à língua inglesa. Dessa maneira, é extremamente relevante para a consolidação de uma geração bilíngue.

Mas você sabia que as escolas podem contar com parceiros para oferecer um excelente ensino de inglês para os alunos? É exatamente isso que nós, do Edify, buscamos oferecer: uma excelente solução bilíngue para escolas que querem oferecer um programa de ensino de língua inglesa de excelência. Conheça mais sobre nós em nosso site!

Aproveite que está em nosso blog e leia também nosso post sobre os desafios do Novo Ensino Médio e da BNCC!

Saiba mais sobre os programas Edify!

Compartilhe esse texto!

Avatar de Edify Education

Edify Education

O Edify Education está presente em centenas de escolas em todo o Brasil. Com a missão de proporcionar uma educação bilíngue de alta qualidade para todos, nascemos para promover evoluções reais, que refletem no protagonismo de cada aluno na própria jornada de aprendizagem. Nossas soluções nos levou a ganhar vários prêmios, como o 3° lugar no prêmio de votação popular Top Educação 2021 e o 1º lugar no ELTons Innovation Awards.

Veja textos relacionados:

Imagem em desenho de pessoas utilizando um notebook e com fones de ouvido.

Inclusão Escolar: saiba o que é e qual sua importância

Antes de falar sobre a inclusão escolar, é importante mencionar que todas as crianças têm direito à educação, por isso, é imprescindível que as instituições de ensino públicas e privadas estejam preparadas para atendê-las independentemente…

Escola bilíngue – Conceito, vantagens e funcionamento

Você provavelmente já ouviu falar em escola e ensino bilíngue, afinal, em um mundo cada vez mais globalizado, a comunicação em mais de uma língua se torna cada vez mais necessária. Assim, a forma como…