Saltar para o conteúdo
Imagem de dois homens e uma mulher sentados conversando em volta de uma mesa

Como mudar os espaços escolares para salas de aula modernas?

Você sabia que, entre as estratégias desenvolvidas pela gestão escolar (direção, coordenação e orientação), pensar sobre os espaços escolares é fundamental?

Isso mesmo! Para proporcionar o envolvimento dos alunos e garantir o aproveitamento mais adequado a eles, é necessário considerar os aspectos relacionados aos espaços físicos ocupados na escola e seus efeitos no processo de ensino e aprendizagem.

Nós, do Edify Education, preparamos um conteúdo para mostrar como você pode colocar isso em prática na sua escola. Vamos conferir?

Saiba mais sobre os programas Edify!

Como os espaços escolares influenciam no processo de ensino e aprendizagem?

No contexto da educação, há diversas pesquisas que apontam para a importância dos espaços escolares no processo de ensino e aprendizagem. Um exemplo é o estudo realizado por Paulo Sérgio Garcia (2014), com alunos do ensino fundamental, o qual apontou a infraestrutura das escolas como fator direto de capacidade de retenção de conhecimento.

Conforme Garcia (2014, p. 144), a infraestrutura tem a ver com “as instalações, os equipamentos e os serviços necessários para garantir o funcionamento da escola e auxiliar na aprendizagem do aluno”. Veja que para o autor essas questões não se separam.

Outros autores afirmam que a escassez ou inexistência desses recursos produz um efeito negativo na aprendizagem e no ensino e que, para além disso, não basta haver uma ótima infraestrutura sem que ela seja utilizada com qualidade (BRAIDO; SANDRINI, 2020; GAMORAN; SECADA; MARRETT, 2000).

Vale ressaltar que o espaço escolar vai além do que está entre as paredes e envolve também as relações estabelecidas entre estudantes, professores e gestores. Já publicamos um artigo, aqui no blog, sobre esse tema, acesse para encontrar mais informações!

Agora que você já viu sobre a influência dos espaços escolares no processo de ensino e aprendizagem, é hora de ver como fazer isso. E para ter um espaço escolar mais agradável e facilitador, nada melhor do que pensar sobre salas de aula modernas, concorda?

O que são salas de aula modernas?

Como primeiro espaço que deve ser observado pelos gestores, a sala de aula deve ser estratégica, isto é, deve proporcionar ao professor e ao aluno um ambiente perfeito para uma verdadeira interação, principalmente quando estamos falando do contexto da educação bilíngue.

sala de aula moderna produz uma atmosfera em que o aluno sinta que pertence ao espaço, sabendo que foi feito especialmente para ele se desenvolver. E que o professor tenha à sua disposição ferramentas funcionais para efetivar suas propostas pedagógicas.

Mas como transformar uma sala de aula em ambiente moderno e propício para o processo de ensinar e aprender? Vem com a gente e veja esses 6 apontamentos:

1. O papel da gestão escolar

Para ter uma sala de aula moderna, antes de tudo, é preciso ter uma gestão que reconheça a sala de aula como fundamental para o sucesso do bom andamento das aulas, afinal, é dessa instância que vêm as decisões de investimento.

Assim, os gestores escolares devem procurar profissionais para elaborar um projeto de sala de aula, de forma que o mobiliário e a disposição da lousa e dos equipamentos seja voltada para a valorização das práticas de autonomias estudantil e docente.

Certamente esse tipo de projeto irá favorecer o sentimento de pertencimento de toda a comunidade escolar.

2. Um espaço com design inovador

Fala a verdade: mesmo com tantas mudanças sociais, culturais e tecnológicas na nossa sociedade, o primeiro pensamento que vem à mente quando imaginamos uma sala de aula é a carteira em frente à lousa.

A sala de aula moderna requer um design inovador. É preciso abandonar o padrão tradicional e alterar o layout e a disposição dos móveis escolares (lousa, carteiras, equipamentos eletrônicos), favorecendo, por exemplo, projetos colaborativos e a conectividade.

O design tem forte impacto na motivação e no bem-estar dos alunos; inclusive, muitos alunos sentem dificuldades na aprendizagem porque o desconforto ambiental não a favorece. Enfim, uma decoração atraente e que estimule a criatividade é essencial para esse tipo de espaço.

3. Qualidade na iluminação e ventilação

A sala de aula moderna também deve ter iluminação e ventilação que potencializem o aprendizado do aluno, deixando-o confortável e satisfeito com o espaço físico ao qual ele frequenta semanalmente.

Para isso, nada melhor que aproveitar e se beneficiar de janelas e da iluminação natural, pois esta é grande aliada na performance da leitura e da escrita dos alunos. E claro, comprovadamente, altas temperaturas fazem com que o cérebro não consiga focar a atenção.

Então, esses quesitos são básicos e não podem passar despercebidos.

4. Tecnologias digitais, sim!

Se o smartphone, o tablet e os outros equipamentos digitais são parte do cotidiano dos estudantes, nada melhor que fazer proveito deles, não é mesmo? É preciso que esses aparelhos sejam vistos como aliados, e não como inimigos do processo de ensino e aprendizagem.

Sendo assim, é fundamental para o engajamento dos alunos que os equipamentos da sala de aula sejam conectáveis e estejam à disposição para eles usarem os recursos em apresentação de trabalhos, pesquisas teóricas e práticas, entre outras atividades.

Ainda é importante se atentar para a qualidade do Wi-Fi. Muitas escolas investem em equipamentos e não se preocupam com a capacidade de uso ou, até mesmo, com a sua manutenção.

5. Uma sala de aula com atmosfera interativa e envolvente

Se tem uma coisa que os alunos desta geração estão ambientados é com a interação com o uso de tecnologias digitais, principalmente por conta das necessidades do ensino remoto e híbrido, apresentadas nos últimos anos.

Sendo assim, a equipe de gestão escolar pode pensar numa sala de aula que tenha características parecidas com as novas vivências sociais. Um exemplo é oferecer uma biblioteca interativa dentro da sala de aula, com puffs para os alunos ficarem à vontade.

6. O papel da educação bilíngue para uma sala de aula moderna

Não há como negar: o ensino bilíngue tem um efeito muito forte na transformação da sala de aula moderna, que pode conter uma série de recursos visuais para a facilitação da aprendizagem da língua.

Em uma sala de aula bilíngue, a criatividade e a inovação estão sempre presentes, proporcionando ao aluno não apenas observar, mas a vivenciar outras culturas e a se sentir um cidadão global.

Com os programas bilíngues do Edify, é possível que você, gestor escolar, transforme as salas de aulas da sua escola em salas modernas, totalmente adequadas para um ensino bilíngue de qualidade.

Como preparar uma sala de aula para a educação bilíngue?

Para ter uma sala de aula preparada para a educação bilíngue, a escola precisa de materiais didáticos físicos e digitais de excelência com lições atrativas para cada faixa etária.

Também é necessário contar com professores com treinamento adequado para entender o conceito e o funcionamento da prática bilíngue. No Edify, nossos mentores estarão sempre dando suporte para os profissionais da sua escola a fim de preparar todos para uma nova realidade de uma educação bilíngue.

Por fim, mas não menos importante, a preparação se dá com a implementação de um programa bilíngue estruturado, com uma carga horária estendida. O programa do Edify coloca o inglês como meio de comunicação: são aulas em inglês, e não aulas de inglês.

Are you ready?

Hoje em dia, gestores escolares precisam levar em consideração todos os aspectos relativos ao espaço escolar, visando garantir o melhor aproveitamento dos seus alunos e professores.

Com isso, para além de estar relacionado ao conforto e bem-estar de alunos e professores, o espaço escolar é fundamental para garantir uma cultura escolar transformadora, inovadora e moderna.

E nada mais moderno que uma escola com educação bilíngue, não é mesmo? Conte com o Edify para implementar isso na sua instituição!

Que saber mais sobre soluções bilíngues sempre atualizadas de acordo com as novas tendências educacionais, como ensino híbrido, estratégias ativas, Novo Ensino Médio? Inscreva-se em nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos!

Diferencie a sua escola!

Referências bibliográficas:

BRAIDO, Leonan Stôcco. Influência da infraestrutura escolar no desempenho educacional: estudo de caso na EEEFM Honório Fraga, Colatina/ES. 2021. TCC (Pós-Graduação lato sensu em Administração Pública), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, Vitória. Disponível em: https://repositorio.ifes.edu.br/handle/123456789/577. Acesso em: 15 ago. 2022.

GAMORAN, Adam; SECADA, Walter; MARRETT, Cora. The Organizational Context of Teaching and Learning: Changing Theoretical Perspectives. Nova Iorque: M. Hallinan. Handbook of the Sociology of Education, Springer, 2000. Disponível em https://pdfs.semanticscholar.org/a5a2/d5725bcfbcf3e161706903df1a21cecc9775.pdf. Acesso em: 15 ago. 2022.

GARCIA, Paulo Sérgio. Um estudo de caso analisando a infraestrutura das escolas de ensino fundamental. Cadernos de Pesquisa: Pensamento Educacional , Curitiba, v. 9, n. 23, p. 137-159, set./dez. 2014. Disponível em: https://interin.utp.br/index.php/a/article/view/348. Acesso em: 15 ago. 2022.

Compartilhe esse texto!

Veja textos relacionados:

projeto_bilingue

Projeto Bilíngue: O que é e como funciona?

Com a globalização cada vez mais presente em nossas vidas, a importância do aprendizado de línguas estrangeiras tem se destacado no cenário educacional. Nesse contexto, o projeto bilíngue tem se tornado uma abordagem popular para…

sistema bilíngue

Sistema Bilíngue: Saiba Como Funciona e Conheça o Edify!

Descubra o universo do sistema bilíngue, uma inovadora abordagem educacional que vai além do ensino tradicional de línguas estrangeiras. No coração dessa metodologia, está o compromisso de proporcionar aos alunos uma proficiência autêntica em duas…

Conte-nos o que achou sobre o texto!

Deixe um comentário

Seu contato não será exibido!